O valor do sacramento da confissão

Quem se recorda das vezes que, ao procurar o sacramento da Penitência, após confessar-se, ouviu esta sentença: “Teus pecados estão perdoados!”? Em situações chaves na minha vida, buscando com fé um padre para me confessar, atrás de suas palavras, eu experimentei o Senhor falar comigo como falou àquela mulher: “E Jesus disse à mulher: Teus pecados estão perdoados!”.

E que paz, meu Deus, sente o pecador arrependido!

Então, os convidados começaram a pensar: “Quem é este que até perdoa pecados? Mas Jesus disse à mulher: “Tua fé te salvou. Vai em paz!” (Lc 7,47-50)

Temer a Deus é o princípio do saber, e é sábio todo aquele que o pratica. (Sl 110)

É tão grande o efeito do perdão de Deus no coração do penitente que tem a força de transformação de uma vida inteira. Quem busca, frequentemente, em Cristo o perdão de seus pecados não só recebe uma vida nova, mas ganha força divina para vencer o pecado. Jesus mostra esse poder pelo amor e a misericórdia alcançada: “os muitos pecados que ela cometeu estão perdoados, porque ela mostrou muito amor. Aquele a quem se perdoa pouco mostra pouco amor”(V,47).

Senhor, obrigado porque nos ensinas o caminho da salvação! Enquanto medito a Tua Palavra abres o meu entendimento. Conceda-me, Senhor, aproximar-me de Ti com humildade e temor. Jesus, roga ao Pai por nós pecadores e perdoa os nossos pecados. Jesus, amigo de todas as horas, levante o caído, dê esperança aos desanimados, liberte os prisioneiros!

Pai das Misericórdias e Deus de toda consolação, ouvi-nos!