Reze com as sete dores de Nossa Senhora

“Naquele tempo: Perto da cruz de Jesus, estavam de pé a sua mãe, a irmã da sua mãe, Maria de Cléofas, e Maria Madalena. Jesus, ao ver sua mãe e, ao lado dela, o discípulo que ele amava, disse à mãe: “Mulher, este é o teu filho”. Depois disse ao discípulo: “Esta é a tua mãe”. Daquela hora em diante, o discípulo a acolheu consigo”. (Jo 19,25-27).

Nossa Senhora das Dores, Mãe de todos os homens, foi aos pés da Cruz, onde viveu a sua dor mais crucial, alí ela recebeu do Filho a missão de ser a Mãe de todos homens, Mãe da Igreja (Corpo Místico), Mãe de todos os fiéis. Foi naquele momento de dor que Jesus disse a ela: Mãe, eis aí o teu filho (este filho simboliza todos nós cristãos). Nesse mesmo momento Jesus diz a São João, que ali nos representava: Filho, eis aí tua mãe. Nós, filhos de Deus temos uma Mãe que sofreu por nós e quer nos acompanhar por toda a nossa vida. Ela quer nos ensinar que em meio a dor, podemos conservar a fé e a confiança nas promessas do seu Filho Jesus. Revistamo-nos de respeito e devoção meditando as sete dores da Virgem Maria.

Contemplando cada dor, podemos rezar: 1 Pai Nosso e 7 Ave-Marias em cada dor contemplada.

As sete dores de Nossa Senhora são:
1. A profecia de Simeão sobre Jesus (Lucas, 2, 34-35);
2. A fuga da Sagrada Família para o Egito (Mateus, 2, 13-21);
3. O desaparecimento do Menino Jesus durante três dias (Lucas, 2, 41-51);
4. O encontro de Maria e Jesus a caminho do Calvário (Lucas, 23, 27-31);
5. O sofrimento e morte de Jesus na Cruz (João, 19, 25-27);
6. Maria recebe o corpo do filho tirado da Cruz (Mateus, 27, 55-61);
7. O sepultamento do corpo do filho no Santo Sepulcro (Lucas, 23, 55-56).
Mãe de todos os homens, ensina-nos a dizer, Amém!