Chega de temer o futuro e viver preso ao passado